Erlichiose

Dentre as doenças transmitidas por carrapatos, a Erlichiose é a mais diagnosticada delas. É causada por uma bactéria capaz de infectar as células de defesa do organismo, gerando uma doença crônica com sinais bastante debilitantes. Essa bactéria é transmitida do indivíduo doente ao indivíduo saudável, através da picada dos carrapatos que a carregam. A doença é muito comum em cães, mas raramente também vista em gatos e seres humanos.

Os sinais a doença são variáveis e podem incluir, entre outros, apatia e fraqueza muscular, vômitos e diarreia, tendências à sangramentos (presentes na urina, em perdas nasais os nas fezes), dores articulares, mucosas pálidas, e alterações renais importantes.

No verão, o número de casos dessa infecção aumenta, o calor e a umidade trazem uma condição ideal para a multiplicação e sobrevivência dos carrapatos no ambiente. Entretanto, a nossa preocupação contra a infecção deve existir durante todo o ano. Para proteger efetivamente os nossos melhores amigos é importante utilizar constantemente medicamentos que impedem tanto o contato do seu cãozinho com o carrapato, quanto a propagação dos carrapatos no meio ambiente. No mercado veterinário, existem produtos com tempos de ação variável (tanto sobre os animais, quanto no meio ambiente). Por isso, é muito importante que um médico veterinário indique medicamento ideal para uso.

Diagnóstico:

Caso você encontre, mesmo que um único carrapato no seu cão, é recomendável realizar (no prazo indicado pelo veterinário), alguns exames para descartar a infecção, ou detectá-la o mais cedo possível. Além do hemograma que pode nos trazer indícios da infecção, atualmente já podemos contar com testes ainda mais específicos, capazes de identificar de uma só vez, três diferentes doenças transmitidas pelos carrapatos.