Quando o seu Pet – cãozinho, gatinho ou animal silvestre – recebe a indicação de realizar procedimentos de anestesia e cirurgia você deve ficar preocupado… acertamos?!
Então, viemos aqui para te explicar quais as atenções necessárias nessa hora, e por quais motivos você pode se sentir confiante, e relaxar diante dessas indicações:
O que impõe risco aos procedimentos anestésicos e cirúrgicos não são a idade do paciente a ser operado, ou exatamente o tipo da anestesia a ser eleita. Eles são, especialmente:
1- A falta de informações (ou escassez de informações) a respeito do verdadeiro estado geral do paciente, dados esses que obtemos a partir não somente do exame físico, mas também dos exames realizados antes da anestesia. Esses exames levam ao anestesista um conhecimento profundo a respeito do organismo que ele irá anestesiar: qual o nível de proteínas no sangue? Qual a pressão arterial desse paciente? Como funcionam os rins e fígado dele? Como funciona o coração dele? Todas essas respostas permitem que o anestesista eleja os medicamentos ideais, e se mantenha atento a aspectos específicos do organismo do animal, durante o tempo anestésico.
2- A realização de anestesias sem a presença de um médico veterinário anestesiologista; a realização da cirurgia por um médico veterinário que não tenha formação e prática profissional na área ou, ainda, a ausência de uma equipe clínica que acompanhe os parâmetros (dados do organismo) do paciente que foi anestesiado, durante algumas horas após o procedimento, em si, terminar.
Assim, acredite que tão importante quanto a anestesia e a cirurgia serem realizadas por profissionais especializados nas duas áreas (com os devidos exames prévios do paciente tendo sido realizados) é também a presença de uma equipe clínica capacitada que acompanhe o paciente após a finalização do procedimento, já que todo animalzinho recém anestesiado necessita de ajuda externa para recuperar sua temperatura corpórea, normalizar a sua pressão arterial, entre outros parâmetros que podem nos chamar a atenção nessa fase imediatamente após uma cirurgia.
Para que tudo seja seguro, são necessários, portanto: estrutura, equipamentos, equipe profissional qualificada, com processos internos de trabalho bem definidos.
Agora, a boa notícia, pois aqui no Hospital Veterinário Anima, você conta com todo o necessário:
Anestesias e cirurgias são programadas com “pacotes” de exames importantes prévios, que sempre incluem a aferição de pressão arterial, o eletrocardiograma e exames sanguíneos variáveis conforme idade e espécie do animal a ser atendido;
Os procedimentos de anestesia são realizados exclusivamente por médicos veterinários anestesistas, e os cirúrgicos exclusivamente por médicos veterinários cirurgiões;
A equipe de médicos veterinários clínicos do Hospital permanece 24h a postos para acompanhar, através de equipamentos e processos internos bem delimitados, todos os parâmetros fisiológicos do paciente anestesiado, até suas completas normalizações.